20 de novembro de 2010

Amaranto: a nova linhaça que pode revolucionar sua alimentação

Capaz de deixar você mais magra e bonita, esse grão também controla o colesterol e, de quebra, faz um bem danado para o planeta

por Andrezza Duarte

Conteúdo do site MÁXIMA

Amaranto

O amaranto é encontrado nas versões grão, flocos e farinha
Foto: Carlos Bessa

Um alimento superpoderoso. É assim que o amaranto começa a ficar popular nas mesas de quem mais dá valor à saúde. Recém-chegado aomercado brasileiro, o grão era usado por antigos povos indígenas, que há mais de 6 mil anos já aproveitavam seus benefícios. Eles são tantos que, em 1979, o amaranto foi declarado o melhor alimento vegetal para consumo humano pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Vale apostar nele

Considerado a nova linhaça - semente muito apreciada por possuir nutrientes que fazem bem da cabeça aos pés -, o amaranto não fica atrás quando o assunto é saúde. “Com proteínas riquíssimas e essenciais para o organismo, ele contribui na prevenção de doenças cardiovasculares, pois aumenta o nível do colesterol bom (HDL) e diminui o ruim (LDL); melhora as defesas do organismo; favorece a formação de músculos; e tem poderosa ação antioxidante, que combate os radicais livres e retarda o envelhecimento. Além disso, proporciona sensação de saciedade, ajudando a reduzir o apetite”, resume a nutróloga Cristiane Coelho, da Associação Médica Brasileira.

O melhor do grão

O amaranto é encontrado nas versões grão, flocos e farinha. No Brasil, os flocos são os mais comuns; já o grão e a farinha são difíceis de achar. O produto deve ser guardado em local fresco para não perder as propriedades. Por não possuir sabor, pode ser usado (cru ou cozido) em receitas doces e salgadas, a fim de agregar mais nutrientes ao prato. “O ideal é consumir uma colher (sopa) do amaranto diariamente. Ele vai bem com sopa, misturado ao arroz integral ou até consumido com uma sobremesa”, orienta a nutróloga. De olho no alto valor nutricional do amaranto, a indústria alimentícia começa a preparar produtos com o grão. A Kitano, por exemplo, acaba de lançar o Sopão Ervilha com Amaranto, que você encontra nos supermercados.

Tudo de bom

Não bastassem tantos atributos para o organismo, o amaranto também é ecologicamente correto, pois contribui para a preservação dos recursos naturais da Terra. “Esse grão é fácil de ser cultivado — o plantio é propício no frio e no calor -, cresce rapidinho e precisa de pouca água para sobreviver, o que ajuda a frear o aquecimento global e ainda dá uma forcinha para eliminar o dióxido de carbono na atmosfera”, explica a dra. Cristiane Coelho.

Nutrição completa

O amaranto não tem glúten ou lactose, portanto, não há restrições quanto ao consumo. Veja suas propriedades:
Vitamina A: melhora a imunidade e é importante para uma boa visão.
Vitamina C: poderoso antioxidante que ajuda a proteger o coração - por ter efeito vasodilatador e também anticoagulante - e ainda faz bem para a pele, pois eleva o colágeno.
Cálcio e fósforo: participam do processo de manutenção dos ossos e dentes e fortalecem os músculos.
Zinco: antioxidante que favorece a imunidade e afasta o cansaço.
Fibras: aumentam a sensação de saciedade, o que ajuda a perder peso; garantem o bom funcionamento do intestino e controlam o colesterol.
Ferro: participa da formação das hemoglobinas, encarregadas de levar oxigênio aos tecidos do organismo, e combate a anemia.

0 comentários:

 

Cozinhando com a mamãe Template by Ipietoon Cute Blog Design